O Brasil é um verdadeiro paraíso para os amantes da pesca esportiva, pela incrível diversidade de seus rios em termos de peixes, de condições naturais, de paisagem e de clima. Confira em seguida quatro grandes regiões de pesca de rio no Brasil e o que poderá encontrar em cada uma delas.

Amazônia norte

Nos meses de primavera e verão, o nível da água baixa e torna mais fácil a tarefa de quem vem em busca de peixes como os tucunas, em especial o tucunaré-açu. Os hotéis da região incluem barcos-hotéis para ficar vários dias pescando de um lado para o outro do rio, contemplando a Natureza. Se preferir, também pode escolher uma pousada e daí partir para as margens. As cidades de Santa Isabel e Barcelos são duas das referências locais em termos da combinação de alojamento e possibilidades de pesca.

Amazônia sul

A floresta amazônica mato-grossense é todo um fenômeno à parte quando o assunto é pesca esportiva. Os rios Teles Pires e Suiá-Milu oferecem desafios diferentes, como a pirarara, um peixe bem forte, ou a pirapitingas, o pacu ou o tabanqui. A piraíba é outro peixe que promete duelar forte com qualquer pescador que desafie sua força.

Araguaia

Se você prefere aproveitar o inverno para tirar suas férias e passar uma temporada na pesca, o Araguaia é uma boa opção. Entre Goiás, Mato Grosso e Tocantins, a região é também muito procurada por banhistas. A piraíba é rainha, mas aqui vai encontrar uma diversidade de animais incrível: a cachara, o tucunaré-azul, o pintado, o cachorra e muitos outros.

Pantanal

Essa região, estando tombada pela Unesco como Reserva da Biosfera, merece sempre uma referência especial. A piranha, o dourado e a piraputanga estão entre os peixes mais procurados. Os meses de outono e inverno, em que o nível das águas é mais baixo, são os melhores para ir à pesca no Pantanal.